Leituras para um ano bom

SEX, 28 DE DEZEMBRO DE 2012 21:53
E-mail Imprimir PDF

Começo o ano em férias. Sem a obrigação da labuta diária, a gente se enfia em qualquer canto com ar refrigerado ou procura brisas à beira-mar, sobe a serra, busca praias mais distantes. Momento bom para botar leituras em dia, já que poucos conseguem acompanhar tudo o que chega às prateleiras das livrarias a cada semana. E também para lembrar o que interessou ao leitor em 2012, além de antecipar um pouquinho do que deve chegar ao mercado nos primeiros dias de 2013.

A editora Intrínseca, que nos últimos anos tem emplacado sucessos na lista de bestsellers, como a sérieCrepúsculo, trouxe para o Brasil a nova literatura erótica destinada ao público feminino com a trilogia iniciada por50 tons de cinza (R$ 39,90), de E.L. James. Por mais que as histórias sejamparecidas (mulher encontra homem poderoso/rico/bonito/angustiado; ambos iniciam relacionamento que deveria ser puramente sexual e baseado em submissão, mas acabam se apaixonando, chegando a algum equilíbrio nas práticas sexuais), há um público ávido pela momporn, como o gênero foi batizado. Até a refinada e sóbria Companhia das Letras, editora de parcas incursões na chamada literatura comercial, acabou lançando um selo novo, dedicado a tais publicações.

50-versoesEnquanto títulos semelhantes transformam a lista de mais vendidos numa alegre orgia sadomasoquista, há também textos que falam de sexo com mais densidade. 50 versões de amor e prazer (Geração, R$ 34,90), antologia organizada por Rinaldo de Fernandes, reúne 50 contos eróticos de treze escritoras brasileiras, entre elas Ana Miranda, Andréa delFuego, Heloísa Seixas e Márcia Denser.

 

 

alfred-hitchcookNem só de best-sellers populares vive a Intrínseca, uma editora jovem que conseguiu montar um catálogo consistente em menos de dez anos de existência. Entre os bons lançamentos da editora em 2012estão o impressionante Inferno (R$ 59), de Max Ghering, um estudo sobre a Segunda Guerra Mundial que fala do desespero de civis e militares sobrevivendo durante o conflito que matou mais de 70 milhões de pessoas, Fuga do Campo 14 (R$ 24,90), BlaineHarden, que conta a vida de um norte-coreano nascido em um dos campos de concentração para presos políticos, o romance que ganhou o Pulitzer em 2011, A visita cruel do tempo (R$ 29,90), de JenniferEgan, e o relato sobre o desenvolvimento das artes marciais no Brasil em Filho teu não foge à luta (R$ 24,90), de Fellipe Awi. Nas férias, eu carregarei para ler Estado de graça (R$ 29,90),de Ann Patchett, que conta as aventuras de uma pesquisadora na selva amazônica, enquanto aguardo o lançamento de Alfred Hitchcock e os bastidores de Psicose, de Stephen Rebello, em janeiro.

 

a-mulher-da-gargantilhaA editora Zahar vem apresentando caprichados volumes com novas edições comentadas e ilustradas de clássicos da literatura. Este ano foram lançados Persuasão (R$49,90), de Jane Austen, Peter Pan (R$ 39,90) e a versão de bolso de O Conde de Monte Cristo (R$ 49,90), de Alexandre Dumas. Nas férias, pretendo acabar as duas novelas que estão em A mulher da gargantilha de veludo e outras histórias de terror (R$ 49,90), também de Dumas. Em 2013, a Zahar fará uma edição nova das lendas sobre o Rei Artur e as lendas da Távola Redonda.

 

 

os-imperfeccionistasA Record deixou para o fim do ano a surpresa de incorporar a editora Paz & Terra ao maior grupo editorial do País. O volume de publicações anual é tão grande que, naturalmente, a variedade e a quantidade de bons lançamentos supera a concorrência. Por isso, vou me limitar a lembrar o espetacular Os Imperfeccionistas (R$ 42,90), de Tom Rachman, sobre jornalistas que trabalham numa publicação decadente. Será minha releitura de férias.

 

 

Não falei aqui de muitas publicações interessantes, de editora ainda jovens, como a Leya do Brasil (com trabalhos interessantíssimos, como graphicnovels e almanaques requintados sobre diferentes assuntos, de drogas a cabelos) e a Novo Conceito, que galgou o panteão de livros mais vendidos, investindo no segmento adolescente e romântico, além das tradicionais e cuidadosas Casa da Palavra, Sextante, Rocco, Cosac &Naify, Companhia das Letras, Objetiva, Nova Fronteira e Agir. Fica para a última semana de 2013, quando volto ao batente. Que o próximo ano seja um tempo de grandes festejos e boas leituras!!!!

Sobre Olga

Para alguns, existem deuses e religiões; minha devoção se dirige à literatura. Assim surgiu este blog, um dos milhões que nascem a cada segundo no planeta. Sem pretensões, só para compartilhar um dos prazeres solitários mais subversivos e incompreendidos de que dispomos.
Esse post foi publicado em Cinema, Leitura, Literatura, Policial, Romance, Sexo, Sociedade e marcado , , , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s