Leitura balsâmica

Sex, 31 de Agosto de 2012 21:10
E-mail Imprimir PDF

ocomecodoadeusQuando estou desesperada, além de palavras de consolo dos que me amam, encontro na leitura um bálsamo contra o desvario absoluto. Foi o que me aconteceu esta semana. Enxugava as lágrimas, pensando no que fazer com minha varandarecém-pintada de amarelo-marca-texto, quando chegou às minhas mãos O Começo do Adeus (Novo Conceito, R$ 29,90) de Anne Tyler. Comecei a folhear o livro e só larguei horas mais tarde, depois de virar a última página – e decidir comprar outra tinta para cobrir as paredes, exatamente no tom creme da capa!

 

 

 

 

 

 

 

oturistaDe Anne Tyler, anos atrás eu lera O Turista Acidental (Record, R$ 57,90), cujo protagonista era um escritor de guias de viagem, que lista endereços de McDonald’s ao redor do planeta para quem não gosta de perder suas referências quando longe de casa. Em O Começo do Adeus, um viúvo esquisitão tenta recomeçar a vida após a morte da mulher, que cisma em aparecer para ele, vez por outra, depois do enterro. O toque sobrenatural não invalida a bela reflexão sobre a solidão da vida contemporânea. E talvez o que tenha me trazido tanta identificação com a leitura, como se eu adentrasse em ambiente familiar, é que boa parte da narrativa transcorre durante a reforma de uma casa – e a reconstrução pessoal do personagem.

 

 

avidagritandoQuem viveu os anos 1980/1990 experimenta uma familiaridade reconfortante na leitura das crônicas de Caio Fernando Abreu reunidas em A vida gritando nos cantos (Nova Fronteira, R$ 49,90). Publicados entre 1986 e 1996 no Estado de S.Paulo, os textos arrebatadosfalam da última década de vida do autor. Além de analisar a produção cultural de personagens que ainda estão em cena, como Caetano Veloso e Gilberto Gil, ele aborda literatura, as mudanças da sociedade e a política. Ou simplesmente exprime seu desejo de inspirar o leitor a sentir “uma urgência inadiável de ser feliz”.

 

 

peterpanFelicidade é o que buscava espalhar o inglês James Barrie, quando criou, em 1904, o simpático menino que se recusa a assumir as responsabilidades da vida adulta. Antes de Freud desvendar o amadurecimento da sexualidade na adolescência, Barrie falava sobre ela em Peter Pan (Zahar, R$ 39,90), que chega estas semanas às livrarias brasileiras. Popularizado no Brasil pela versão de Monteiro Lobato e pelo filme dos estúdios Disney, o texto original é delicioso – e ganhou tradução primorosa de Julia Romeu no belo volume que conta com ilustrações de época.

 

 

odiaqueapoesiaOutra leitura alentadora é a de O dia em que a poesia derrotou um ditador (Record, R$ 32,90), que deu a Antonio Skármeta o IV Prêmio Ibero-americano de Narrativa Planeta – Casa de América em 2011. As recordações de um jovem que tem o pai preso pela ditadura chilena abrem o romance. Outros narradores se revezam para recordar os dias da campanha do “Plebiscito do Não”, que, em 1988 rejeitou a permanência do general Augusto Pinochet no poder. Skármeta aborda as tragédias humanas com rara delicadeza, mesclando suavemente a dureza da vida real com a poesia que alimenta os sonhos indispensáveis para superar as tristezas.

 

 

invisiveisSempre que estou em dúvida sobre o que ler, acabo escolhendo um policial – e dificilmente me decepciono. Comecei, recentemente, Invisíveis (Intrínseca, R$ 39,90), da escocesa StefPenney, que traz um detetive descendente de ciganos contratado para descobrir o paradeiro de uma jovem de um fechadíssimo clã que ainda vive como nômade. Mais que o mistério do desaparecimento, esta novela mostra como no isolamento alguns grupos conseguem manter suas tradições e proteger-se contra os preconceitos.

Anúncios

Sobre Olga

Para alguns, existem deuses e religiões; minha devoção se dirige à literatura. Assim surgiu este blog, um dos milhões que nascem a cada segundo no planeta. Sem pretensões, só para compartilhar um dos prazeres solitários mais subversivos e incompreendidos de que dispomos.
Esse post foi publicado em Literatura, Política, Policial, Romance e marcado , , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s