Nem tudo é o que parece

Nunca possuímos tantas coisas como hoje, mesmo que as utilizemos
cada vez menos. As casas em que passamos tão pouco
tempo são repletas de objetos. Temos uma tela de plasma em cada
aposento, substituindo televisores de raios catódicos que há apenas
cinco anos eram de última geração. Temos armários cheios de
lençóis; acabamos de descobrir um interesse obsessivo pelo “número
de fios”. Temos guarda-roupas com pilhas de sapatos. Temos
prateleiras de CDs e salas cheias de jogos eletrônicos e computadores.
Temos jardins equipados com carrinhos de mão, tesouras,
podões e cortadores de grama. Temos máquinas de remo em que
nunca nos exercitamos, mesas de jantar em que não comemos e
fornos triplos em que não cozinhamos. São os nossos brinquedos:
consolos às pressões incessantes por conseguir o dinheiro para
comprá-los, e que, em nossa busca deles nos infantilizam.

Assim começa A Linguagem das Coisas, uma preciosidade que a Intrínseca lançou há cerca de um mês. O autor é Deyan Sudjic, o diretor do Museu do Design de Londres, que fala sobre como os produtos deixaram de ser meramente utilitários para serem transformados em “consumíveis”. Obra dos designers, profissionais especializados em nos fazer sonhar com objetos que trariam a felicidade apregoada pela publicidade.

Mais que uma crítica à sociedade de consumo, Sudjic conta  um pouco da história do design no último século e o quanto ele foi se imiscuindo em tantas e tantas áreas, entre elas a arte em si. E leva a refletir sobre a subjetividade do anacrônico, ao qual a tecnologia hoje está completamente rendida.

Anúncios

Sobre Olga

Para alguns, existem deuses e religiões; minha devoção se dirige à literatura. Assim surgiu este blog, um dos milhões que nascem a cada segundo no planeta. Sem pretensões, só para compartilhar um dos prazeres solitários mais subversivos e incompreendidos de que dispomos.
Esse post foi publicado em Design, Tecnologia. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s