Arquivo do mês: outubro 2009

Obras Abertas

Literatura: Escritores cedem ao impulso de retificar seus trabalhos e acabam por produzir novos, nem sempre assim reconhecidos. Por Olga de Mello, para o Valor, do Rio 30/10/2009 Considerar concluída uma obra é, para muitos artistas, mais difícil do que … Continuar lendo

Publicado em Uncategorized | Marcado com , | Deixe um comentário

O cordel bem administrado

Na época da Bienal do Livro, fiz, para o Tamoio Notícias, este perfil com o cordelista Abdias Campos. Foto de Angelo Antônio Duarte. Autor de mais de 100 livros, o paraibano Abdias Campos trocou uma carreira sólida como administrador de … Continuar lendo

Publicado em Uncategorized | Marcado com , | 1 Comentário

Biblioteca Comunitária Tobias Barreto

Há umas duas semanas saiu este perfil que fiz sobre o Evando dos Santos, da Biblioteca Popular Tobias Barreto, no Tamoio Notícias, um tablóide que circula no Rio há cerca de dois meses, destinado à grande colônia nordestina instalada em … Continuar lendo

Publicado em Uncategorized | Marcado com | 5 Comentários

Entrevista – Frances Peebles

Entre dois amores Por Olga de Mello, para o Valor, do Rio 16/10/2009 “Uma plantação de café é algo absorvente e se gruda nas pessoas, não havendo nunca momentos ociosos: está-se sempre ligeiramente atrasado no trabalho a fazer”. A Fazenda … Continuar lendo

Publicado em Uncategorized | Marcado com , | Deixe um comentário

Nobel

Nada posso falar de Herta Müller. Só li um conto dela, numa coletânea de contos alemães. Mais uma vez, esnobaram a Joyce Carol Oates e o Vargas Llosa, que nem era cotado, mas está sempre na lista. Este ano, não … Continuar lendo

Publicado em Uncategorized | Marcado com , | Deixe um comentário

Entrevista – Margaret Atwood

Hoje, no Valor Econômico, saiu esta matéria minha. Payback é ótimo! A crise financeira internacional mal havia estourado, em outubro do ano passado, quando a escritora canadense Margaret Atwood lançava “Payback – Dívida e o Lado Sombrio da Riqueza” (Rocco, … Continuar lendo

Publicado em Uncategorized | Marcado com , , | Deixe um comentário

Escrevemos a partir de uma necessidade de comunicação e de comunhão com os demais, para denunciar o que dói e compartilhar o que dá alegria. Escrevemos contra a nossa própria solidão e a solidão dos outros. Supomos que a literatura … Continuar lendo

Publicado em Uncategorized | Marcado com | Deixe um comentário